fbpx

A Smurfit Kappa anunciou um investimento de 11,5 milhões de euros para completar um projecto de sustentabilidade na fábrica de papel em Zülpich, Alemanha.

O objetivo é reduzir as emissões de CO2 ao redesenhar a caldeira multicombustível para fornecer uma fonte de combustível mais sustentável para a produção de vapor e eletricidade.

Smurfit Kappa Zulpich

A fábrica, que produz cerca de 500 000 toneladas de papel por ano, passou assim a funcionar com uma combinação do seu próprio biogás, que é um subproduto da sua instalação circular de tratamento de água, gás natural e materiais residuais (os chamados "resíduos" produzidos no processo de reciclagem de papel que de outra forma seriam considerados resíduos). O investimento permitiu reduzir as emissões de CO2 na fábrica em mais de 25%, o que se traduz numa poupança anual de 55.000 toneladas de CO2.

Susana Amaya, Quality & Food Safety & Sustainability na Smurfit Kappa Spain | Portugal | Marrocos, diz: "Investimentos como este mostram que estamos no caminho certo para atingir os nossos objetivos de sustentabilidade. O nosso objetivo para 2030 é conseguir uma redução de 55% das nossas emissões de CO2 fóssil e pelo menos zero emissões líquidas de CO2 até 2050. Marcos validados pela iniciativa "Science Based Targets" como estando de acordo com o Acordo de Paris.”

A abordagem circular de Zülpich terá também um impacto positivo nas outras fábricas de papel da empresa, tais como Parenco e Roermond na Holanda, cujos resíduos se tornaram uma fonte de combustível para a caldeira da fábrica alemã recentemente renovada.