fbpx

A IKEA vai eliminar progressivamente o plástico das embalagens dos seus produtos. Até 2025 isso irá acontecer nas embalagens dos novos produtos, sendo que as gamas existentes serão alteradas até 2028.

A empresa refere, no entanto, que por motivos de qualidade e segurança, é possível que seja necessário manter algumas embalagens de plástico na gama alimentar.

Embalagem IKEA

“Com esta medida, a IKEA ambiciona contribuir para um mundo sem desperdício, ajudando a reduzir a poluição e, ao mesmo tempo, levar a indústria a pensar em alternativas recicladas e recicláveis”, refere a multinacional.

A IKEA já diminuiu significativamente a quantidade utilizada no embalamento plano adotado para os seus produtos. Atualmente, menos de 10% do volume total de materiais utilizados nas embalagens pela IKEA são plásticos, refere a marca.

“Este é um passo muito importante neste caminho para sermos um negócio circular e com impacto positivo no clima. Sem dúvida que é um grande desafio, mas sabemos que é fundamental encontrar alternativas sustentáveis ao plástico e isso só é possível quando estabelecemos estas metas e objetivos muito concretos e trabalhamos em conjunto com fornecedores e parceiros. Esperamos que esta medida inspire outras pessoas, empresas e indústrias a agir”, refere Ana Barbosa, Responsável de Sustentabilidade da IKEA Portugal.

Anualmente, a IKEA investe mais de mil milhões de euros em, aproximadamente, 920 mil toneladas de materiais.